sábado, 20 de outubro de 2012

Bordeis salvam clube da falência



Já diz o ditado que «a cavalo dado não se olha o dente» e, em altura de crise, não se olha a patrocinador. Na Grécia, onde a prostituição é legal, dois bordéis resgataram o Voukefalas, um clube que estava à beira da falência, e agora, nas camisolas cor-de-rosa aparece escrito «Villa Erotica» e «Soula's House of History», o nome dos estabelecimentos. 

O Voukefalas, de Larissa, disputa as divisões distritais da região de Tessalónica. A equipa é amadora e tem no plantel estudantes, empregados de mesa e entregadores de pizzas que, inicialmente, torceram o nariz ao patrocínio, mas, por considerarem que «o futebol amador foi abandonado por quase todos», acabaram por aceitar. «É uma questão de sobrevivência», afirma o guarda-redes, funcionário de uma agência de viagens. 

Mas os organizadores da liga não se conformaram e baniram as camisolas cor-de-rosa dos jogos, podendo apenas ser usadas em treinos, por considerarem que não é apropriado fazer este tipo de publicidade num desporto com fãs menores de idade.
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...