segunda-feira, 5 de maio de 2014

AF Évora / Lusitano Évora / CF Estremoz - Nova polémica à vista ??



"À terceira jornada do campeonato distrital de Juvenis da Associação Futebol Évora, com 60 minutos de jogo decorridos, o treinador da equipa do CF Estremoz recebe ordem de expulsão. Depois de entrar dentro de campo e de nem o policia presente o ter conseguido retirar, o arbitro dá por terminada a partida. Dando a derrota ao Estremoz e o resultado de 3-0 ao Lusitano. Até aqui tudo certo.

Acontece que o Estremoz recorre para a Associação de futebol de Évora, e ganha o recurso. Tendo então que se jogar o restante do jogo anteriormente referido. Menos correcto, mas até aqui ainda se admite. O que se passou a seguir é que ninguém esperava (pelo menos algumas pessoas não o esperavam, pq na minha opinião, e ela vale o que vale, é uma coisa ao alcance de apenas alguns seres existentes no nosso planeta, e eles existem em todo o lado. Inclusivé em Estremoz.). 

A data escolhida para os 18 minutos que faltavam é então definida e fica marcado para dia 03/05/2014. Hoje. Fazendo com que toda uma jornada do campeonato seja adiada para o próximo fim de semana. Sem qualquer respeito pelos outros clubes participantes no referido campeonato. São movidos meios para garantir a realização do encontro. São gastas verbas necessárias para a realização de uma partida de futebol, e encontra-se o campo cheio de pessoas para verem os 18 minutos restantes, e em caso de vitória ou nulo no encontro (visto ter terminado o jogo com o resultado de 1-0 favoravel ao Lusitano).

Como já disse, está o campo cheio de gente, a equipa do Lusitano Ginásio Clube saí para aquecimento, e qual não é o espanto de a equipa adversária nao dar sinais de vida. Chegando apenas ao recinto desportivo, 10 minutos antes do inicio do encontro (tempo mais do que suficiente se tivermos em conta o que se passou a seguir). São neste momento 16h e estão os jogadores do Lusitano à espera que o encontro comece, à "boca do tunel", e não há sinais do Estremoz. Fala-se que o arbitro está a rever a ficha de jogo que chegou fora de horas. Passada toda esta acção, saiem os jogadores do Estremoz do balneário e estão as equipas prontas para o pontapé de saída.

O pontapé de saída é dado, a bola é devolvida para o guarda redes do Estremoz, que pontapeia a bola e a defesa do Lusitano faz um corte para lançamento. O lançamento é feito e quando a bola é recuperada (passados mais ou menos 35 segundos de jogo) um dos jogadores do Estremoz lesiona-se. Sozinho. Aparentemente captado no video do jogo a correr normalmente, até a bola ter sido recuperada.

A equipa do Estremoz que tinha que jogar com 8 jogadores (devido às expulsões ocorridas do primeiro encontro) apresentou-se apenas com 7 jogadores em campo. (lembro que com 6 o jogo não pode decorrer).
Resumo da história: Acaba o jogo (40 segundos) e o Lusitano confirma o titulo.

Ficou contente pelo titulo destes campeões que arduamente trabalharam para o conseguir, mas que devia ter sido conquistado noutras condições. O Estremoz que recorreu de um castigo aplicado, apresenta-se em campo apenas para não levar falta de comparência e à primeira oportunidade acaba com a partida. Eu nao os culpo. Cada um joga e faz o jogo que quer. E como se costuma dizer as acções ficam para quem as pratica. Culpo apenas uma instituição.

A Associação de futebol de Évora, que continua a permitir que estas situações se repitam. Como adepto do futebol no distrito de Évora, fico triste com o acontecido, e vejo o futebol em Évora a entrar na rua da amargura. É brincarem com os intervenientes de jogo (que tem que se deslocar para isto), é brincarem com as pessoas que estavam presentes no recinto para apoiar a equipa, e mais do que tudo (e isso a AFÉ nao deveria permitir, pois é contra natura), é brincarem com quem dia após dia luta para defender um clube pertencente à Associação.

Para o ano estaremos no campeonato Nacional de Juvenis a defender uma associação que não mostra o mínimo de respeito pelos intervenientes dos clubes nela presentes. Envergonha-me que a associação continue a pactuar com estas situações, dando o aval positivo para que se continue a brincar ao futebol nos campos espalhados por este distrito fora, mas com maior afinco nos campos onde o Lusitano apresenta as suas equipas. "

Retirado do Facebook de D.Espingardeiro
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...