sábado, 5 de novembro de 2016

História do Futebol em Évora - Equipas - Évora-Sport

A equipa Évora-Sport era composta por operários gráficos de várias oficinas, mais concretamente da Minerva Comercial, Lda., conhecido pelo "Grupo dos Azelhas", e tinham por campo de futebol o Largo da Graça, ao tempo térreo, ou então o Rossio de S.Brás.

A sua data de fundação deverá ser no final de 1908, ou princípios de 1909, pouco depois do aparecimento da Real Casa Pia de Évora e extinguiu-se em meados de 1912. Como o clube tinha tendência para prosperar, deram em alargar o âmbito, ingressando nele importantes elementos de outras artes, e até alguns estudantes.

Foi-lhe colocado o pomposo nome de Évora-Sport, e tinha a sua sede num celeiro do Conde da Serra da Tourega, anexo ao palácio deste, na rua do mesmo nome, de onde sairia o futuro Sport Clube Empregados do Comércio.

Deste agrupamento fazia parte José Palminha Lança, António Afonso Carvalho, Bruno Godinho, João Ribeiro, e mais tarde, José Barreiros, Afonso Barreiros, Grimaldo Fernandes, João Gonçalves (ou João Sapateiro), Manuel Monte, Herculano Ramalho, Galhoz (caixeiro dos Armazéns do Chiado) e António Cachapa, que depois foi sargento, e grande entusiasta pela alta-ginástica, bem como Arnaldo da Silveira, que lhe ministrava o ensino da ginástica.


"Em 2 de abril de 1911, pelas 4 horas da tarde no Rossio de S.Brás, realizou-se um encontro de futebol, entre o Grupo Évora-Sport e o Grupo Foot-ball Eborense, tendo por árbitro Augusto Cabeça Ramos" 
                                                                                 excerto retirado de "O Carbonário" de 02-04-1911  


Estávamos em 1912, cujo ano histórico, assinala no historial do mundo desportivo eborense, um marco pró-escalada do desporto local, que se expande desde então em erupção. 

Em 21 e 22 de março visita Évora uma excursão do Liceu da Lapa, de Lisboa, que nos proporciona uma festa desportiva, em conjunto com os clubes de Évora, como vemos pela breve notícia na comunicação social da época:

"... Nos dias 21 e 22 de março, realizaram-se em Évora sportes atléticos, promovidos pela excursão do Liceu da Lapa, de Lisboa, e os clubes eborenses (Liceu de Évora, Casa Pia, Escola Central, e as equipas de Cavalaria e Infantaria). 
Disputaram-se as provas atléticas, seguidas dum match de foot-ball, ganhando o Liceu da Lapa, de Lisboa, por 4-0.
Da equipa de Évora distinguiram-se o guarda-redes (keeper) Francisco Duarte e o defesa (back) Cabeça Ramos. Árbitro - Pedro "del Negro". 
   
                                                                         excerto retirado de "Sportes Ilustrados" de 25-03-1912

  

Adaptado de 
"Subsídios para a História do Futebol em Évora" de Gil do Monte
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...